terça-feira, 27 de setembro de 2011

SEQUÊNCIA DIDÁTICA

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA
SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO

PROJETO KIDSMART – EDUCAÇÃO INFANTIL

SEQUÊNCIA DIDÁTICA

Elaboração:
CMEI Conjunto Mercúrio
Educadora: Gesiane Aparecida de Moura

Título: Comer bem, para viver melhor!

Área de Formação Humana: Relações Sociais e Naturais

Turma: Maternal III                                      Número de Crianças: 30 crianças

Justificativa:

Os hábitos, gostos e aversões alimentares das crianças são bem fundamentados nos primeiros anos e levados até a vida adulta, quando geralmente é encontrada resistência e dificuldade em mudar e/ou reeducar tais hábitos. Desta forma, é relevante fornecer às crianças informação nutricional e promover atitudes positivas em relação à alimentação saudável.

Objetivos:

- Abordar e discutir assuntos relacionados à alimentação saudável;

- Promover hábitos alimentares saudáveis;

- Conhecer a necessidade e a importância da higienização dos alimentos e das mãos.


Tempo de duração:
2 meses

Material:
Papel sulfite, papel bobina, papel cartaz, cartolina, lápis de cor, giz de cera, canetinha, tinta guache, fita crepe, durex colorido, caixa de papelão, tecido (TNT), software “nutrição divertida”, alimentos: frutas, verduras, legumes, temperos, pães, toucas.

Desenvolvimento:

Etapa 1:
Contar a história “Camilão, o comilão” de Ana Maria Machado; com base na história lançar as seguintes questões: - Quem come bastante? – É legal comer bastante? - Como devemos nos alimentar? Partindo da resposta das crianças, dar início ao tema alimentação saudável. – Qual o alimento que mais gosta? – Qual o alimento que não gosta? – Quais os alimentos que vocês acham que fazem bem à nossa saúde? – Vocês gostam de comer verduras, frutas e legumes? – Querem saber por que é importante comer verduras, frutas e legumes?

Etapa 2:
Utilizar adivinhas sobre as frutas (ex: O que é, o que é?Tem coroa mas não é rei, tem escamas mas não é peixe? Resposta: Abacaxi) , realizando dobraduras para registro das respostas;

Etapa 3:
Preparar caixa surpresa (frutas, legumes, verduras e temperos). Vendar os olhos do participante da vez. Solicitar que escolha algo da caixa e através do olfato e tato descobrir o que tem nas mãos. Os benefícios dos alimentos podem ser discutidos com as crianças;
Levar as crianças a experimentar o gosto dos alimentos e dizer o que sentiram (doce, azedo, salgado e amargo);

Etapa 4:
Apresentar às crianças um decalque de um rosto de um menino com uma língua bem grande (onde as mesmas) e elas escolherão um nome para ele. Em seguida irão escolher as cores para pintá-lo com tinta guache. Em outro momento será frisado com as crianças as partes da língua em que sentimos o gosto do doce, azedo, amargo e salgado.
Linguarudo! Esse o foi o nome que a turminha escolheu para o nosso boneco.

Etapa 5:
Apresentar e cantar com as crianças a música “sopa do neném”. A partir desta música, então, as crianças introduzirão novos legumes e verduras de sua preferência. Nessa mesma linha de raciocínio, colocar às crianças o que pode ter na papinha do neném, colocando frutas. Em papel bobina, listar os legumes, as verduras e as frutas mencionadas.

Etapa 6:
Apresentar o semáforo dos alimentos e o que cada cor corresponde:
Verde: alimentos permitidos;
Amarelo: alimentos consumidos com moderação, salientar o porquê;
Vermelho: alimentos consumidos esporadicamente, salientar o porquê;
Em seguida, explicar, demonstrar e realizar o jogo do semáforo nutricional;
Como jogar em anexo.
Aprendemos brincando  como escolher alimentos mais saudáveis.

Etapa 7:
Elaborar com as crianças um cardápio diário dos alimentos, primeiramente no quadro negro e em seguida no computador (Word) com o auxílio do professor/educador. Colar a produção em cartolina e ressaltar a importância de cada grupo de alimentos.

Etapa 8:
Realizar uma oficina de culinária, onde as crianças ajudarão a preparar sanduíche natural em forma de centopéia e suco de couve, onde será abordada e demonstrada a higiene com os alimentos, bem como, das mãos.

Ficou uma delícia! Todos adoraram.


Etapa 9:
Apresentar às crianças o jogo esteira boa forma do software “nutrição divertida”, onde as mesmas jogarão em duplas, tentando ajudar o personagem a consumir alimentos saudáveis e manter a boa forma;
Foi divertido aprender jogando.

Etapa 10:
Realizar uma coreografia pertinente ao tema, com a música da Xuxa “Salada de fruta”.


Avaliação:

- Identifica e nomeia diferentes tipos de alimentos;

- Reconhece os alimentos que fazem bem à nossa saúde e os que não fazem também;

- Compreende a necessidade e a importância da higienização dos alimentos e das mãos.

Referências Bibliográficas:

CURITIBA. Secretaria Municipal da Educação. Diretrizes curriculares para a educação municipal de Curitiba, 2008. Educação Infantil.

MAHAN, L. K. Krause. Alimentos, nutrição e dietoterapia. 9 ed. São Paulo:Roca,1998. p.266-276.

PINTO, G. R. e cols. O dia a dia do professor. 7 ed. V.1 Minas Gerais: Fapi, 2003. p.47-61.

PROJETO ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL, 2008. Disponível em : profgege.blogspot.com

ANEXO

Jogo “Semáforo Nutricional”

Faixa etária: 4 a 5 anos
Número de participantes: 10
Componentes do jogo: 1 dado com as cores correspondente às do semáforo, sendo:
2 lados do dado na cor verde;
2 lados do dado na cor amarela;
2 lados do dado na cor vermelha.
1 pista ou circuito;
1 semáforo;
3 faixas (verde, amarela,vermelha);
Cartões com imagens de alimentos;
2 carrinhos.

Objetivos do jogo:
Conhecer e identificar os diferentes tipos de alimentos de acordo com as cores do semáforo no qual:
- Verde: refere-se aos alimentos liberados;
- Amarelo: alimentos que devem ser consumidos com moderação;
- Vermelho: alimentos que devem ser consumidos esporadicamente.

Como jogar:

Os participantes são divididos em dois grupos. Cada grupo escolhe o primeiro participante e será realizado um sorteio. O vencedor do sorteio inicia jogando o dado. Se acaso o dado sair na cor vermelha, por exemplo, o jogador deve escolher o cartão com o alimento correspondente (ex:doces), que faz parte dos alimentos que devem ser consumidos de vez em quando e fixar o cartão na faixa vermelha do semáforo. Se o jogador acertar, avança uma casa no circuito e continua jogando. Se errar será o adversário quem irá avançar, continuando o jogo. Ganha o jogo a equipe que chegar primeiro ao final do circuito. 






Comentários: 
Foi possível neste trabalho perceber o envolvimento das crianças com as atividades propostas, bem como, a capacidade de reconhecer os alimentos que faziam bem, ou não a nossa saúde.
Foi prazeroso trabalhar com este projeto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário